TORCICOLO CONGÊNITO

Como identificar um torcicolo congênito?

ban

Se o bebê se mantém sempre numa mesma postura, com um “ apoio viciado” (quer sempre ficar na mesma posição) ele pode apresentar um encurtamento em seu pescocinho e/ou um desequilíbrio muscular, o chamado torcicolo congenito. Este ocorre quando existe o acometimento ( encurtamento) do músculo esternocleidomastóide, que faz com que o bebe permaneça inclinado para um lado e rodado para o lado oposto. Muitas vezes tal desordem pode vir associada à uma massa no pescoço que pode ser sentida ao toque.

É importante entender que aproximadamente até os dois anos de idade as crianças são naturalmente simétricas em suas atividades e aquisições, portanto quando os pais notam alguma preferencia é importante buscar o diagnóstico e iniciar, com orientação do fisioterapeuta as atividades e estratégias adequadas .

Desta forma, assim que identificada a preferência é altamente recomendado iniciar a fisioterapia para evitar futuras complicações.

Ao abordarmos o tratamento do pescoço precocemente - a partir das primeiras semanas de idade - o bebê poderá se desenvolver simetricamente, com a capacidade de rolar para esquerda e direita e usar ambas as mãos igualmente, sem consequências desse desalinhamento em seu desenvolvimento neuropsicomotor.

Negligenciar o torcicolo ou esperar que ele se resolva espontaneamente pode trazer efeitos sobre o desenvolvimento motor e até escolar. Mais importante ainda: o formato da sua cabeça tem uma melhor chance de se desenvolver de forma simétrica com o tratamento iniciado precocemente.

Tratamentos do torcicolo

ban

A fisioterapia é a primeira recomendação, mesmo quando notada uma preferência. Um terapeuta especializado deve realizar uma avaliação completa do seu bebê, incluindo a avaliação da mandibula, membros inferiores e coluna, e chegar a um plano para melhor ajudá-lo. Serão introduzidas atividades diárias e diversas recomendações para que, de forma lúdica, a criança consiga o alinhamento para realizar suas atividades e se desenvolver normalmente.

Marque sua avaliação!

Entre em contato

Quanto mais tempo de bruços seu bebê ficar - quando estiver acordado e sob supervisão - melhor!

As atividades em bruços fortalecem a musculatura extensora do pescoço, a cintura escapular e os ombros

Possibilitando assim:

ban
  • A normalização do formato posterior da cabeça do lactente. Quando o bebê fica de bruços ele conquista força na musculatura extensora do pescoço e com isso fica menos propenso a desenvolver uma preferência devido um desequilíbrio muscular;
  • Ajuda a desenvolver o equilíbrio muscular necessário para o desenvolvimento musculoesquelético normal;
  • Promove simetria;
  • Permite que o lactente veja o mundo sob uma nova perspectiva, o que encoraja o aprendizado motor.

Para muitos pais é difícil conseguir introduzir essa atividade, pois muitos bebês precisam dos estímulos adequados para isso.

A Fisioterapia bebê pode ajudar aos pais a oferecerem um “tempo de bruços” mais estimulante e com esse incentivo será possível comemorar os progressos. Cada bebê é único, e com as experiências adequadas ele poderá prosperar em seu ambiente.
Celebre cada conquista e não compare seu bebê com nenhum outro!